Pesquisar no Blog

CRISTO TIRA O PECADO DO MUNDO

Postado por Roberto Marques,



No dia seguinte João viu Jesus aproximando-se e disse: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” 
(João 1.29)
      





    

     Sim, há mais de 2000 anos Cristo veio tirar o pecado do mundo. Infelizmente, muitos ainda hoje continuam a carregá-lo como um fardo pesado de dor e culpa.

     Na cruz, quando Jesus Cristo disse "Está consumado", e expirou, terminou a era da lei e do pecado. Sua morte pôs fim à lei (Rm 10.4). Onde não há lei, não há pecado e culpa pelo pecado (Rm 5.13). Uma verdade confirmada pelo apóstolo Paulo: Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8.1). Se não há condenação, é porque já não existe pecado.

     O primeiro Adão colocou em pecado a raça humana que foi expulsa do Paraíso de Deus; mas apareceu o último Adão, Jesus Cristo, e a recolocou novamente em justiça, abrindo novamente as portas do Paraíso. Como está Escrito: Logo, assim como por meio da desobediência de um só homem muitos foram feitos pecadores, assim também, por meio da obediência de um único homem muitos serão feitos justos” (Rm 5.19).

     O sacrifício de Jesus na cruz nos colocou na posição de mortos ao pecado (Rm 6.2). Um morto não pode pecar, não tem dívidas, nossa conta está paga, nosso espírito limpo. Agora Deus te vê como te criou no início e o colocou no Jardim do Éden, perfeito, sem mancha e sem ruga. Isso, por uma só oferta: o sangue de Jesus Cristo (Hb 10.14).

     E os erros que cometemos após aceitarmos a Cristo? É somente isso mesmo: ERROS, o que Paulo chamou de MAL. Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo” (Rm 7.19). O mal não é pecado. O mal que fazemos é produto da carne que é fraca, do velho homem que está viciado e que nos humilha e por suas consequências haveremos de pagar na carne (Rm 7.24). O rei Davi, por exemplo, cometeu assassinatos e adultérios, mas ainda continuava sendo um “homem segundo o coração de Deus”.
    
      Quem nasce no reino de Deus, nasce como uma criança (Jo 3.3). Sabemos que crianças são egocêntricas e inconsequentes e fazem bagunças, traquinices, maldades, e enquanto elas não amadurecem psiquicamente sofrem as consequências através dos pais, dos coleguinhas e do meio ambiente. Às vezes até morrem prematuramente. Assim é na vida dos salvos. Estão salvos, mas passam pelo processo chamado “santificação”, que dura toda a vida e ainda precisaremos ser “transformados” para estarmos aptos para o arrebatados ao céu (1Cr 15.51,52). Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia” (2Co 4.16).

     As obras da carne e o pecado são duas coisas distintas. As obras da carne são as debilidades que possui todo aquele que vive em um corpo humano. O pecado (não pecados) é o afastamento de Deus. Jesus Cristo erradicou o pecado, pagou a dívida. Por meio de Sua morte no madeiro, reconciliou o mundo com Deus, não lançando em conta os pecados dos homens (1Cr 5.19).

     “Mas agora ele apareceu uma vez por todas no fim dos tempos, para aniquilar o pecado mediante o sacrifício de si mesmo. Da mesma forma,... aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam” (Hb 9.26-28 - NVI). Quando Jesus voltar segunda vez, Ele não virar tirar pecado de ninguém - porque isso já foi feito há mais de 2000 anos atrás –, mas para buscar Sua igreja para a o reino da glória.

     Amados, assim que, NÃO HÁ MAIS PECADO E CONDENAÇÃO PARA OS QUE ESTÃO EM CRISTO JESUS.

     O que você está esperando? Aceite agora mesmo ao Senhor Jesus Cristo e tenha todos os seus pecados perdoados, sua dívida paga. A vida eterna está à sua disposição também!

Related Posts with Thumbnails