Pesquisar no Blog

Empreendedorismo: muitos modos de trabalhar

Postado por Roberto Marques,

A maioria dos novos empregos será gerada por pequenos negócios, que estarão presentes em todos os municípios, representando 90% das empresas brasileiras.

Apresentamos a seguir um interessante levantamento dos “Muitos Modos de Trabalhar” apresentados no livro A Lei do Sucesso Segundo Jesus (Roberto Marques, 2008). Opções de negócios que geram salário e renda. Alguns deles, como ótimas alternativas para pessoas com necessidades especiais, de locomoção ou mães com filhos pequenos.

São pequenos negócios especialmente criados para serem administrados em: Pequenas Propriedades Rurais (criação e cultivo em geral); Dentro de Casa (pequenas máquinas, indústrias caseiras, teletrabalho); e até em Presídios (oficinas, espaços artísticos, pequenas fábricas).

Pode-se, ainda, atender às necessidades pessoais e domésticas oferecendo produtos de: Venda Direta (Avon, Hermes, Natura, catálogos em geral); Disque Serviços (entregas, consertos, limpeza, mensagens etc.); Kit Solução (recargas, festas, bronzeamento etc.); Telemarketing (Telemensagens, SAC, callcenters, vendas, pesquisas, cobrança, etc.); Comércio Eletrônico (livros, eletrônicos, artesanato, confecções etc.);  Turismo Rural (fazendas, sítios, chácaras); Comunidades Sustentáveis (vivem do que produzem) etc.

Alguns ofícios e serviços se destacam, tais como: Artesanato (bijuterias, cerâmica, imãs, embalagens etc.); Confecção (moda íntima, camisetas, uniformes etc.); os “Personals” (ginástica, culinária, moda, dança etc.); Reciclagem (papel, alumínio, plástico, borracha etc.); Promoção de Eventos (feiras, festivais, competições esportivas, congressos, shows, festas religiosas etc.); Licenciamento (utilização de personagens de TV, quadrinhos, games, cinema); Franquia (O Boticário, McDonald’s, Yázigi, Arezzo etc.); e as ONGs e OSCIPs (entidades sem fins lucrativos).

Várias são as formas legais de se vender um produto ou prestar um serviço (além do vínculo empregatício): Trabalho Autônomo, Micro Empresa, Empresa Familiar. Pessoas com objetivos comuns devem se unir em Associações ou Cooperativas.

As empresas podem se organizar e operar em Redes, Pólos, Consórcios, Shoppings; explorando marcas coletivas, realizando compras conjuntas, compartilhando informações, mantendo oficinas coletivas, entre outros. Muitos são os casos de fusão ou divisão de empresas para se tornarem mais competitivas.

Crescem, também, as oportunidades de Terceirização que é a prestação de serviço independente nas empresas por antigos empregados, porque estes já conhecem a cultura e as necessidades da empresa na qual trabalham.

Concluímos o seguinte: não há desemprego no Brasil, o que há é o fim do emprego formal; o trabalho não desapareceu, está mais em alta do que nunca.

Related Posts with Thumbnails