Pesquisar no Blog

Trabalho: um ato de adoração

Postado por Roberto Marques,

"E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar." (Gn 2.15)


O trabalho, sendo proveniente de Deus, é tão espiritual ou sagrado quanto qualquer outra instituição criada por Deus. Além de sagrado, o trabalho até pode ser considerado uma forma de adoração. De fato, a palavra hebraica para “trabalho” é avodah, a mesma palavra para “ministério”, “serviço” e “adoração” (Gn 29.27; 1Cr 28.21; Ez 44.14).

No Novo Testamento não é diferente. A palavra “ministério”, do grego diakonia, é também traduzida por “serviço”. O termo que os primeiros cristãos escolheram para descrever a sua adoração foi leitourgía, uma palavra que, como a hebraica avodah podia indicar “adoração ritual”, mas também “serviço público”.

"O trabalho é proveniente de Deus; é tão espiritual ou sagrado quanto qualquer outro aspecto da criação original de Deus. [...] Isso mesmo, há uma igreja no ambiente de trabalho - somos essa igreja - e o que fazemos no ambiente de trabalho é considerado ministério, serviço a Deus e até adoração, tanto quanto aquilo que fazemos em nossa igreja aos domingos." (Peter Wagner. Os cristãos no ambiente de trabalho, 2007, p. 22, 24).

"Para Deus, o trabalho faz parte de nossa adoração. Faz parte de nosso serviço ao Senhor." (Mark Greene. Citado por Peter Wagner. Os cristãos no ambiente de trabalho, 2007, p. 23).

"O trabalho é sagrado. Ele foi ordenado por Deus desde o início, antes da queda do homem." (Robert J. Tamasy. Citado por Peter Wagner. Os cristãos no ambiente de trabalho, 2007, p. 23).

Sempre que estamos servindo outra pessoa, estamos cumprindo o ministério bíblico, um serviço a Deus e até adoração, tanto quanto aquilo que fazemos em nossa igreja local aos domingos.

Related Posts with Thumbnails