Pesquisar no Blog

O trabalho e o sábado

Postado por Roberto Marques,

      Muitos crentes sinceros fecham seus estabelecimentos comerciais ou dispensam empregos que demandem trabalho no sétimo dia da semana. Afinal, o sábado é um sinal de cristianismo? Estaria a Igreja obrigada a guardar o sábado?
      Sábado (do hebraico sabbath) significa descanso. No Antigo Testamento, os israelitas deveriam descansar no sétimo dia em memória a libertação da escravidão egípcia (Ex 20.1; Dt 5.15). Mas o sábado tinha um significado maior: apontava para o futuro descanso de redenção que Deus realizaria em favor do Seu povo.
     
O apóstolo Paulo adverte: "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." (Cl 2.16,17). O texto fala de eventos anuais (dia de festa), mensais (lua nova) e semanais (sábados).
      O sábado judaico era apenas uma “sombra”, uma profecia da redenção que ocorreria através de Jesus Cristo. Mas agora a redenção já se realizou. Jesus veio e cumpriu a profecia (Mt 5:17-18).
      Jesus é o descanso para o qual a sombra do sábado apontava. Jesus é também uma antecipação do verdadeiro descanso que os cristãos experimentarão no céu (Hb 4.9).
      Embora deva evitar qualquer julgamento preconceituoso (Rm 14.1-12), você agora possui uma nova perspectiva sobre o descanso da redenção: não um dia, mas Jesus Cristo.

Related Posts with Thumbnails