Pesquisar no Blog

O Sonho do Bom Emprego

Postado por Roberto Marques,

Algo ainda muito presente no imaginário popular brasileiro, é “o sonho do bom emprego”. Um emprego fixo, estável, bem remunerado e, se possível, público com longa duração.

Isso tem gerado uma enorme “indústria do emprego” (sindicatos, agências, empresas, sites, cursinhos, concursos etc.) que movimenta milhões de reais vendendo uma ilusão de que é fácil conseguir um bom emprego. Tudo isso com o estímulo da família, da escola, do governo e da mídia. E para alcançar uma chance – ou pelo menos acreditar nela – a população investe e gasta muitas vezes o que não tem.

Vede-se o “sonho do bom emprego”. Jovens alimentados por essa ilusão acotovelam-se nas salas lotadas dos “cursinhos”, humilham-se em longas filas para preencher um “cadastro” num supermercado, gastam seus poucos recursos com “inscrições” em concursos nos quais nunca passarão, sacrificam seus talentos e dons para servir de “mão-de-obra” para um sistema cruel e indiferente às suas necessidades, prostituem sua verdadeira razão de existir...

O bom emprego existe. Difícil, no entanto, é conseguir um.

A realidade do mercado de trabalho é bem outra. O sonho, na maioria dos casos, se transforma em pesadelo: desilusão, insatisfação, tédio e estresse. Então, o “sonho da aposentadoria” torna-se inevitável e passa a ser o sonho de liberdade de uma vida medíocre e sem sentido.

Related Posts with Thumbnails